Paróquia prepara sete dias de adoração 24hs ao Santíssimo Sacramento

DSCN9233A Paróquia do Sagrado Coração de Jesus já está com tudo preparado para o tradicional ‘Cerco de Jericó’, que será realizado entre os dias 02 e 09 de outubro, na Igreja Matriz, com 24 horas de adoração ao Santíssimo Sacramento.

Organizada sob os olhares atentos do pároco, Pe. Marcos Antônio Campanhari, e do vigário, Pe. José Ricardo Costa, o Cerco terá uma intenção específica em cada celebração: “Quantas muralhas precisam ser derrubadas em nossa vida? Vamos viver o Cerco de Jericó, suplicando a Deus que caiam as muralhas do ódio, da violência, das doenças, das drogas, do álcool. Enfim, todas as muralhas que só a graça de Deus pode derrubar. Se junte a nós, venha rezar conosco e fazer parte desse tempo de graça e de Bênção em nossa comunidade”, comentou o Pároco.

Dia de São Cristóvão terá carreata e benção aos motoristas

downloadUma linda carreata está sendo organizada pela Paróquia do Sagrado Coração de Jesus para celebrar o Dia de São Cristóvão, no dia 25 de julho, segunda-feira.

Os motoristas receberão a benção em frente à igreja de São Cristóvão, na Vila Brasil logo após a celebração que será realizada, às 18hs, na igreja que leva o nome do santo, padroeiro dos motoristas.

No dia 25 de Julho é comemorado o dia do padroeiro dos motoristas e viajantes, São Cristovão. Mas você sabe porque ele tem esse título? O nome Cristovão não é o seu nome de batismo e carrega o significado de “condutor de Cristo” além de também representar uma das devoções mais populares e antigas da Igreja Católica e do Brasil.

História

Seu verdadeiro nome era Réprobo e pouco se sabe sobre a sua origem. Diz-se que ele era um homem muito alto, forte, da linhagem Cananéia e por conta disso, sua profissão era ser um guerreiro. Graças ao seu porte físico, não havia um que o vencesse. Sua presença quase sempre era sinônimo de vitória.

Mas algo um dia perturbou a mente de Cristovão. Enquanto servia o Rei de Canaã, se deu conta que ele deveria trabalhar para o maior rei de todos, o mais poderoso, e saiu em busca dessa figura. Encontrou um rei mais forte e passou a servi-lo.

Em uma das festas do reino, durante uma festa, algumas cantigas e canções estavam sendo cantadas para o rei e continham em sua letra citações ao demônio. Toda vez que era citado, o rei fazia o sinal da cruz. Intrigado, Cristovão perguntou ao rei do que se tratava aquele sinal e ele disse que era uma proteção contra qualquer má intenção ou coisas ruins vindas daquela figura. Sendo assim, Cristovão concluiu que o demônio era mais poderoso que o rei e por isso devia servi-lo.

Saiu em mais uma jornada atrás de seu novo “mestre” e durante sua caminada por um deserto o encontrou. Enquanto caminhavam juntos, Cristovão notou que o demônio ao avistar uma cruz, desvio o caminho e percorreu uma distância muito maior afim de não passar perto dela. Cristovão, intrigado, questionou o demônio que confessou: “Houve um homem chamado Jesus Cristo que, por meio de Sua morte na Cruz, trouxe a salvação para a humanidade, e quando vejo Seu sinal, fico apavorado e fujo dele”.

Na mesma hora, Cristovão entendeu que era a Jesus Cristo era mais poderoso e por isso saiu em uma busca incansável ao seu novo Senhor. Durante a caminhada, encontrou um senhor e perguntou como poderia encontrar Jesus Cristo. O velho eremita disse que ele deveria jejuar e orar, mas Cristovão disse que não seria possível. Sendo assim, o eremita pediu que ele se instalasse a beira de um rio que existia ali perto, de travessia dificil, para ajudar a todos que quisessem passar por ele e por amor a Jesus Cristo iniciou a sua missão.

Dia e noite ajudava as pessoas a atravessar o rio, até que em uma noite escutou uma criança chamá-lo para ajudá-la a atravessar a margem do rio. Cristovão colocou a criança nos ombros e iniciou a travessia. A criança era tão pesada que Cristovão, mesmo forte, temeu se afogar e por várias vezes pensou estar carregando o mundo nas costas. Ao deixar a criança do outro lado do rio, comentou sobre o seu peso e eis que teve a sua revelação: “Bom homem, respondeu-lhe o menino, não te espantes, pois não só carregaste o mundo inteiro como também o dono do mundo. Eu sou Jesus Cristo, o Rei que estás a servir neste mundo, e, para que saibas que digo a verdade, põe teu cajado no chão junto à tua casa e amanhã verás que ele estará coberto de flores e de frutos”.

O milagre do cajado de São Cristovão

Depois desse dia, Cristovão partiu para Lícia ao encontro de cristãos que estavam presos. Quando foi descoberto, apanhou muito de seus perseguidores e quando todos achavam que ele seria derrotado, jogou o seu cajado no chão pedindo a Jesus Cristo que o florisse novamente. E assim aconteceu, diante de mais de 8 mil pessoas.

Imediatamente Cristovão foi levado ao rei, que tentou de todas as maneiras fazer com que desistisse e renunciasse a sua fé mas ele permanceu inabalável. Sua fé era tão forte quanto o seu corpo. O rei ainda tentou fazê-lo pecar, mas foi em vão. Depois de várias tentativas, o rei mandou executá-lo e Cristovão morreu decapitado.

Após esse episódio, a fama de Cristovão espalhou-se muito rapidamente atingindo assim mais e mais devotos ao longo do mundo.

O padroeiro dos motoristas

Após o episódio da criança no rio, Réprobo assumiu o nome de Cristovão (carregador de Cristo) e por isso é considerado o padroeiro dos motoristas, condutores e viajantes já que um dia carregou o menino Jesus nos ombros.
Sua imagem representa exatamente esse momento: o menino Jesus em seus ombros e o cajado na mão.

Oração à São Cristóvão

Dai-me, Senhor, firmeza e vigilância no volante para que eu chegue ao meu destino sem acidentes.
Protegei os que viajam, a todos, e a dirigir com prudência, e que eu descubra vossa presença na natureza, nas rodovias, nas ruas, nas criaturas, e em tudo aquilo que me rodeia.
São Cristóvão, protegei-me e ajudai-me nas minhas idas e vindas a saber viver com alegria, agora e sempre.
Amém!

Paróquia celebra a Semana Jovem

13718811_1073132529420220_3185009199955895902_nTrês dias de oração, reflexão e muita alegria, assim está sendo realizada a Semana Jovem na Paróquia do Sagrado Coração de Jesus. A programação segue nos dias 18, 19 e 20 de julho, das 20h às 21h30, no Salão Paroquial do Sagrado Coração de Jesus.

Vem rezar com a gente!

Padre Marcos organiza III Peregrinação à Terra Santa

download (1)O padre Marcos Campanhari, pároco da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, no Jardim São Paulo, está promovendo, pela terceira vez, a viagem dos sonhos de muitos católicos, uma peregrinação de 13 dias pela Terra Santa.

O roteiro inclui passeios por Roma, Jordânia e Israel, onde os fiéis conhecerão o Vaticano, o Mar da Galileia, o Mar Morto, o Túmulo de Jesus, o Monte das Oliveiras, o Muro das Lamentações, entre outros.

A viagem será de 30 de outubro a 11 de novembro de 2017 e custará R$13.933,08 (à vista), que deverão ser pagos, exclusivamente, para a agência Viajar.

Os interessados devem se cadastrar pelo telefone 11 2816-7787 Cel: 11 9 9994-3257 e/ ou e-mail: adriana@agenciaviajartur.com.br

Mais detalhes sobre o roteiro e pagamento podem ser obtido no site da agência Viajar: http://www.agenciaviajartur.com.br/roteiros-religiosos/III_peregrinacao

Paróquia prepara Tríduo para celebrar São Cristóvão

downloadO Sagrado Coração de Jesus já se programa para realizar o tradicional Tríduo à São Cristóvão entre os dias 22 e 25 de julho, na igreja de São Cristóvão, na Vila Brasil.

No dia 22 (sexta) a missa será às 19h30. No dia 23(sábado) às 19h, e no dia 24 ( domingo), às 7hs.

Ainda no domingo, será realizada carreata logo após o término da missa das 9 horas, na igreja Matriz.

O  Dia de São Cristóvão, dia 25, será comemorado com missa e procissão às 19h30, na igreja São Cristóvão, local em que será dada a benção aos motoristas.

Paróquia realiza “Show de Prêmios” dia 12 de junho

downloadA Paróquia do Sagrado Coração de Jesus realiza no domingo, dia 12 de junho, à partir das 13 horas, seu tradicional Show de Prêmios. O evento ocorre no salão paroquial da igreja matriz e espera reunir centenas de pessoas.

As cartelas para participar dos sorteios serão vendidas no local e minutos antes do show começar. Serão sorteados eletrônicos, eletrodomésticos e prêmios em dinheiro.

Venham e tragam toda a família para essa tarde especial!

Paróquia participa do 16º Encontro Nacional de Presbíteros

44cd5963-89c2-472e-a622-c0aab9a479b8De 18  a  25 de abril, nosso vigário paroquial se reúne a outros cinco padres de nossa Diocese para participar do Encontro Nacional de Presbíteros, que acontece a cada dois anos nas imediações do Santuário Nacional de Aparecida.

O padre José Ricardo partilhou a experiência com nossa pastoral da comunicação: “Dias de oração, confraternização, partilha e crescimento. Uma ótima experiência para meu ministério e que enquanto sacerdote queremos, como Pastoral Presbiteral, transmitir a todos os sacerdotes de nossa diocese. Junto de Nossa Senhora Aparecida, todos os dias na Eucaristia e lembrei e rezei carinhosamente por toda nossa Paróquia do Sagrado Coração de Jesus”.

4bbc5881-7029-4b90-9eae-65bee57b0de1Esse ano o encontro contou com 534 sacerdotes de Norte a Sul de nossa Terra de Santa Cruz, para que por meio de palestras e partilhas possam refletir sobre o tema: Presbíteros do Brasil: a alegria do anúncio do Evangelho. “Eis que faço novas todas as coisas!” (Ap. 21,5).

Vai começar a “Melhor Quermesse de São João”

IMG_1146Estão a todo vapor os preparativos para a melhor quermesse de São João da Boa Vista, realizada no salão de festas da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, no jardim São Paulo.

A festa, que têm inicio no ultimo final de semana de abril (30/04 e 01/05) e segue em todos os finais de semana até o dia 29 de maio, terá shows, prendas, bingos, e algumas novidades. Entre elas, estão a instalação de brinquedos como piscina de bolinhas, cama elástica e pescaria, tudo para garantir a diversão da garotada.

Ainda tem produtos de artesanato, que serão colocados à venda, estes organizados pela Pastoral da Catequese. Entre os itens estão chaveiros, pesinhos de porta, bolsas, vasinhos, entre outros. Todos feitos com riqueza de detalhes e muito bom gosto.

O Sagrado Coração de Jesus espera por você!

Novena do Sagrado Coração de Jesus tem data marcada

DSCN9233A paróquia do Sagrado Coração de Jesus já iniciou os preparativos para a novena do seu padroeiro, que será entre os dias 25 de maio e 02 de junho, na Igreja Matriz, no jardim São Paulo.

No dia 03 de junho teremos a solenidade do Sagrado Coração de Jesus com bolo e exposição do Santíssimo Sacramento. No dia 04 o encerramento terá procissão pelas ruas da Paróquia e missa.

Reservem as datas!

Esperamos por vocês para fazermos uma linda novena!

Relíquia de Santa Faustina estará no Sagrado Coração de Jesus

downloadPreparem o coração para receber as benção deste domingo. Isso porque neste dia em que celebramos a Festa da Divina Misericórdia, o Sagrado Coração de Jesus vai receber uma relíquia de primeiro grau de Santa Faustina.

A raridade, um pedaço do osso da Santa, emprestado pela Paróquia Sant’ Ana de Vargem Grande do Sul, ficará exposto na solenidade marcada para as 14hs, na Igreja Matriz do jardim São Paulo.

A Festa da Divina Misericórdia é celebrada no primeiro domingo após o da Páscoa. seguindo o pedido que Jesus insistentemente fez a Santa Faustina Kowalska, polonesa, cujo processo de beatificação foi conduzido pelo pelo saudoso papa, São João Paulo II.

Você sabe quem foi Santa Faustina?
Faustina nasceu na aldeia de Glogowiec, distrito de Turek, prefeitura de Poznan (atualmente Swinice Warckie, principado de Konin), na Polônia, no dia 25/08/1905. Ela é a terceira de dez filhos do casal Estanislau Kowalska e Mariana Babel. Foi batizada com o nome de Helena Kowalska.

VOCAÇÃO

A vida espiritual de Helena começara cedo. Em seu Diário escreve: “Quando eu tinha sete anos ouvi pela primeira vez a voz de Deus na minha alma”.

Em 1920 e 1922 a jovem lhes pede permissão para entrar no convento, mas os pais o recusam. Não possuem recursos para lhe dar o dote necessário, estão mergulhados em dívidas – e, acima de tudo, estão muito ligados à filha.

O desejo de se consagrar totalmente a Deus lhe acompanhava, mas, perante as dificuldades, por um tempo Helena desiste da ideia. Entrega-se, então, à “vaidade da vida”, aos “passatempos”, como anos depois escreveria em seu Diário.

Deus, porém, não volta atrás. Estando um dia num baile com sua irmã, uma visão de Cristo Sofredor interpela a jovem Helena: “Até quando hei de ter paciência contigo e até quando tu Me desiludirás?” (Diário, 9). Decide entrar no convento. Bateu em várias portas até ser acolhida no dia 01 de agosto de 1925 na clausura do convento da Congregação das Irmãs de Nossa Senhora da Misericórdia, em Varsóvia. Foi tentada a deixar essa comunidade várias vezes, mas Jesus lhe apareceu e exortou: “Chamei-te para este e não para outro lugar e preparei muitas graças para ti” (D. 19).

REVELAÇÕES

Dentro da Congregação, Helena recebeu o hábito e o nome de Irmã Maria Faustina, em 1926. Dois anos depois faria a primeira profissão dos votos religiosos. Em sua vida exterior nada deixava transparecer da sua profunda vida espiritual, que haveria de incluir as graças extraordinárias da contemplação infusa, o conhecimento da misericórdia divina, visões, aspirações, estigmas escondidos, o dom da profecia e discernimento, e o raro dom dos esponsais místicos (D. 1056). Um sonho a movia – viver plenamente o mandamento do amor:

“Ó meu Jesus, Vós sabeis que desde os meus mais tenros anos eu desejava tornar-me uma grande santa, isto é, desejava amar-Vos com um amor tão grande com que até então nenhuma alma Vos tinha amado” (D. 1372).

O Senhor a escolhe para uma missão especial. Depois de atravessar pela “noite escura” das provações físicas, morais e espirituais, a partir de 22/02/1931, em Plock, o próprio Senhor Jesus Cristo começa a se manifestar à Irmã Faustina de um modo particular, revelando de um modo extraordinário a centralidade do mistério da misericórdia divina para o mundo e a história– presente em todo o agir divino, particularmente na Cruz Redentora de Cristo – e novas formas de culto e apostolado em prol desta sua divina misericórdia. Descreve esta primeira visão:

“Da túnica entreaberta sobre o peito saíam dois grandes raios, um vermelho e outro pálido. (…) Logo depois, Jesus me disse: Pinta uma Imagem de acordo com o modelo que estás vendo, com a inscrição: Jesus, eu confio em Vós” (D. 47).

Segundo um dos mais famosos estudiosos do mesmo, Pe. Ignacy Rózycki, no Diário – e numa das Cartas de Santa Faustina – encontramos, dentre outros, 83 revelações particulares especiais sobre o mistério e o culto da Divina Misericórdia. Ao longo do Diário descobrimos que Jesus a escolhe como secretária, apóstola, testemunha e dispensadora da divina misericórdia(nn. 965; 1142; 400; 570). Já pode ser considerado como um dos clássicos da espiritualidade católica, ao lado de História de uma alma, A prática do amor a Jesus Cristo, Filotéia e outros.

PÁSCOA

Assim como na vida de Santa Teresinha, Jesus pede também à Santa Faustina que se ofereça como vítima pelos pecadores. Na Quinta-feira Santa de 1934, Jesus lhe revela o seu desejo que se entregue pela conversão dos pecadores. A este desejo Irmã Faustina respondeu prontamente com um ato de consagração no qual se oferece voluntariamente pelos pecadores.

Nos últimos anos de sua breve vida aumentaram os seus tormentos interiores e os padecimentos do organismo. Desenvolve-se uma tuberculose que lhe atacou os pulmões e os intestinos.

No dia da sua morte ela recebe o viático do Pe. Andrasz. Pede mas logo recusa uma injeção, dizendo: “Deus exige sacrifício”. Plenamente unida a Deus, na presença da irmã Ligoria, erguendo os olhos para o céu, Irmã Faustina falece com fama de santidade às 22h45min do dia 5/10/1938, com apenas 33 anos de vida. O seu corpo foi depositado no cemitério do convento em Cracóvia-Lagiewniki.

CANONIZAÇÃO

O processo informativo para a canonização da Irmã Faustina se iniciou em 1965. O Cardeal Karol Wojtyla o encerra com uma sessão solene no dia 20/09/1967. Anos depois (1978) Karol Wojtyla se tornaria o Papa João Paulo II, e por suas mãos Irmã Faustina seria beatificada (1993) e canonizada (2000), tornando-se assim a primeira santa canonizada no III Milênio cristão. O milagre que permitiu a sua canonização foi a cura do Pe. Romualdo P. Pytel que sofria de “estenose aórtica predominante, calcificada e localizada na bicúspide, com insuficiência aórtica associada, e descompensação cardíaca esquerda” (in Laria, Raffaele, Santa Faustina e a Divina Misericórdia, Paulus, Apelação, 2004, p. 84). A data de sua celebração litúrgica é o dia 5 de outubro, que marca seu nascimento para o céu.