Nosso Vigário

Cópia de Cópia de Cópia de Cópia de Cópia de Sem nomeRevelar a bondade de Deus a todos. É assim que o padre Adriano Brito Maia pretende conduzir os trabalhos na Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, para a qual foi recentemente nomeado vigário paroquial. “Padre é o homem da escuta e do serviço. Devemos revelar, principalmente, aos mais necessitados, a face bondosa e misericordiosa de Deus que é Pai, mas nos ama com amor de Mãe”, disse.

Em São João, irá conciliar seu trabalho na paróquia com a função de assessor diocesano da Pastoral Carcerária e da Sobriedade, além de atuar como docente na Rede Pública e no Instituto de Teologia e Filosofia São Francisco de Assis (INTEFISA), em Mococa/SP.

Pronto para o serviço e com o objetivo de preencher os corações de seus novos paroquianos da bondade e do amor que só Deus pode conceder, padre Adriano tem como lema sacerdotal a frase: “Deus é Bom”, e pelas paróquias onde passou demonstrou interesse e muito carinho em servir as pastorais sociais como, Pastoral da Criança, Pastoral da Saúde, Pastoral do Alimento, entre outras.

Filho adotivo de Antônio Tadeu Martins e Guiomar Modesto Alves, o Padre é paulistano e nasceu no dia 20 de maio de 1987.

Se formou no curso técnico em Administração e Contabilidade, em Mogi Guaçu/SP, e optou pela vida religiosa em 2007, aos 20 anos, quando ingressou no Seminário Coração de Maria, em São João da Boa Vista/SP.

Quatro anos depois, concluiu a licenciatura plena em Filosofia, pela Faculdade Entre Rios do Piauí (FAERPI). Seguindo as normas da formação sacerdotal da Diocese, em 2011 se mudou para o Seminário São João Maria Vianney, em Mogi-Guaçu/SP, e ingressou no curso de Teologia, pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUCC), onde recebeu o certificado de Reconhecimento pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) de bacharel em Teologia, em 2016.

Ordenado sacerdote em 2017, na Paróquia Nossa Senhora do Rosário, em Mogi-Guaçu/SP, iniciou seu sacerdócio na Paróquia São João Batista, no bairro do Itaqui, na mesma cidade e, em 2019, foi transferido para desempenhar suas atividades pastorais na Paróquia Santa Luzia, em Mococa/SP, onde permaneceu por mais de dois anos até ser transferido para São João da Boa Vista/SP.